Fuzileiros Navais tem sua Primeira Mulher Combatente

Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil tem sua Primeira Mulher Combatente


A Segundo-Tenente Auxiliar Fuzileiro Naval Débora Ferreira de Freitas, faz parte do Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais (GptOpFuzNav), e é a primeira mulher combatente do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) e das Forças Armadas Brasileiras a integrar uma tropa em missão de paz.

As mulheres no CFN tem a oportunidade de ingressar como Terceiro-Sargento no Quadro de Músicos, do qual a referida Oficial ingressou no ano de 2004. Ao concluir o nível superior, surgiu a oportunidade de prestar concurso interno para o Quadro de Oficiais Auxiliares da Marinha, sendo aprovada no concurso de 2014.

No ano de 2016, a Tenente Débora concluiu o curso de Especialização em Guerra Anfíbia e tornou-se a primeira mulher habilitada a comandar um pelotão de Infantaria no Brasil.

Oficial Feminina da FAB passa a pilotar Avião Presidencial

“Eu me sinto honrada em participar dessa missão e ainda representar as mulheres, incentivando-as para que ingressem no CFN e tenham essa singular experiência’, ressaltou Débora.

Atualmente a Segundo-Tenente Débora exerce a função de Oficial de assuntos civis e de comunicação social do GptOpFuzNav, com a missão de planejar e executar ações de coordenação civil-militar, com a finalidade de contribuir para a manutenção do ambiente seguro e estável na área de atuação do Grupamento. Como Oficial de comunicação social, atua na divulgação do nome da Marinha do Brasil e, consequentemente, dos Fuzileiros Navais para as Nações e Forças amigas.



BRABAT 25

Os Militares que compõe o 25º Contingente do Batalhão de Infantaria de Força de Brasileiro (BRABAT 25) na Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti é formado por 850 militares, sendo, 181 da Marinha do Brasil, 639 do Exercito Brasileiro e 30 da Força Aérea Brasileira.

Mulher que lutou contra o Estado Islâmico é presa na Dinamarca

A maior parte do efetivo da Marinha, 175 militares, faz parte do GptOpFuzNav, peça de manobra do BRABAT. O Grupamento tem constituição semelhante ao Batalhão, com um comando, estado maior e frações de apoio e de combate.

Fonte: Marinha do Brasil
Fuzileiros Navais tem sua Primeira Mulher Combatente Fuzileiros Navais tem sua Primeira Mulher Combatente Reviewed by AJ Mesquita on 15:07:00 Rating: 5

Um comentário:

Facebook

Tecnologia do Blogger.